terça-feira, 6 de junho de 2017

A Costa Amalfitana, é tudo isso mesmo? Parte 1 - POSITANO

O foco da nossa viagem à Itália era a Costa Amalfitana. Sonho é sonho né...e não só eu, mas muita gente tem vontade de conhecer a região...Está no nosso imaginário...

Bom, saímos de Napoli de trem e fomos para Sorrento via CIRCUMVESUVIANA. Quer quiser ver horários da linha de trem NAPOLI-SORRENTO ou SORRENTO-NAPOLI pode checar aqui. O ticket custou 3,60 E por pessoa, e estava bem lotado nas primeiras estações...depois foi esvaziando. É daqueles trens mais simples, mas atendeu bem. Em cerca de 50 minutos chegamos a Sorrento, e já na saída da estação, encontramos a fila do SITA BUS que faz a linha SORRENTO - POSITANO - AMALFI. Este custou 8,00 E por pessoa e em 40 minutos, chegamos.

Atenção na chegada a Positano: verifique direitinho como fazer (caso vá de ônibus) para chegar até o seu hotel. O nosso, situado bemmmm lá embaixo (as cidades ficam na encosta), não permite acesso de ônibus até a porta. Descemos do ônibus SITA no Ponto POSITANO SPONDA e descemos o resto a pé (cerca de 5 minutos) até o hotel. Você pode pegar um táxi para descer, se quiser. Há um ponto onde nenhum veículo pode mais descer, aí tem que ser a pé mesmo (o caso do nosso Hotel).

HOSPEDAGEM EM POSITANO

Ah, que delícia chegar no VILLA LA TARTANA. Hotel gostoso mesmo. Todo branquinho dentro, móveis antigos e vista de tirar o fôlego. Recomendadíssimo! Pesquisei MUITO para chegar neste hotel. Queria ficar em ótima localização, e em hotel BOM/ÓTIMO. Não quisemos apartamento, nem casa, dessa vez. Queríamos hotel mesmo (um tiquinho de mordomia - em Positano -  não faz mal a ninguém, rs). Os preços em Positano são altos, portanto afirmo que trata-se de ótimo custo-benefício. Ver aqui.
 



Vista do quarto...olhem como fica bem próximo à praia.
Chegamos com ESTE por-do-sol... S2



SOBRE FICAR EM POSITANO:

Quanto à esta questão de escolher onde ficar, acho que cada um deve pesar suas razões como custos, logística (dos passeios), desejos...

Enquanto planejava a viagem, pus na cabeça que queria me hospedar em Positano ou Amalfi. Tenho essa "mania" de querer ficar no ponto mais quente. Mas às vezes não dá (cancelamos a ideia de ficar Capri $$).
Mas, sim, muito charmoso e romântico hospedar-se em Positano. E, assim como comentei sobre Monterosso (Cinque Terre) aqui, após a saída dos últimos turistas do dia (nos ferrys), por volta de 18h, a cidade fica à disposição dos que estão dormindo lá...é muito gostoso.

Mas, agora, pensando friamente,após conhecer Sorrento, recomendaria sem medo a quem quiser ir para a Costa Amalfitana montar sua base lá. A cidade é deliciosa também, e os deslocamentos são fáceis. Mas saibam que não há trens, e sim ferrys ou ônibus para fazer este trajeto SORRENTO-POSITANO-AMALFI-RAVELLO, e CAPRI (aí só de ferry/barcos)....etc. Conhecemos lá duas brasileiras que ficaram em Sorrento e faziam seus bate-e-volta tranquilamente, dormindo em Sorrento. Funciona!

Positano é SONHO, REAL!

As fotos são minhas, num tô craque?!

Chez Black, um clássico de Positano

 SOBRE A PRAIA EM POSITANO

Vou falar tudo aquilo que gostaria de ter lido antes de ir. Fomos para a Costa Amalfitana em Maio (início), portanto o clima era fresco de manhã e à noite, e quente durante o dia. Muito bom para os passeios, mas não um "clima de praia". Com isso digo que para aqueles que querem mergulhar e ficar jogado na praia, é melhor se programar mais para o fim de Maio em diante. Obs. Isso não impediu que eu e meu marido mergulhássemos. Somos acostumados com água gélida, rsrs, e a experiência foi divertida.

O que se sabe é que na altíssima temporada (meio de Junho a início de Agosto) a lotação da praia, ferrys e ônibus é enorme. 

Mas para curtir os bares da praia e os passeios, a época do início de Maio é perfeita. Veja:


Praia de pedrinhas....veja

Em Maio é praia cheia e água vazia! rsrsrs

Este selfie é irresistível...
 DICAS DE RESTAURANTES EM POSITANO:

Duas dicas legais de lugares que comemos em Positano:

Essa é top: o CAFFÉ POSITANO foi indicado pelo nosso hotel, que nos deu um cartão de 10% off. Fomos e foi simplesmente fantástico. É bom reservar, pois as mesas que dão vista para a praia costumar abacar rápido, sobretudo no jantar. O preço foi bem razoável (tudo deu cerca de 50 euros para o casal) e a comida, ótima! Veja as referências aqui.


Subida para o Caffé Positano.

Fomos a pé, fica bem no início da cidade, ou seja, no alto

Fala sério gente?!


Demais né...

O COLLINA foi uma ótima pedida, fica já na descida, centrinho da cidade...ainda não na praia, mas no caminho. Preços bons, cerca de 15 euros cada prato. Resenha dele no Tripadvisor aqui.





Positano é demais mesmo. Um roteiro inesquecível...

Nas próximas postagens vou contar dos passeios em Amalfi, Capri, Sorrento e Pompéia! Fique à vontade! 

terça-feira, 30 de maio de 2017

Um dia em Napoli - vale a pena!

Nossa passagem por Napoli foi rápida, mas suficiente para deixar saudades.

Pegamos um trem de Monterosso al Mare para Firenze (via la Spezia), e de lá pegamos outro para Napoli. Nossa intenção era chegar o quanto antes do nosso segundo ponto de concentração da viagem, após conhecer Cinque Terre, que era a Costa Amalfitana. 

Eis que o casaco do marido começou a se desintegrar durante a viagem. Rendeu muito riso....kkk

Terra do Glúten! Abraçamos a causa com louvor!
 Chegamos à noite, e essa dica de hospedagem em Napoli vale a pena anotar!

Com ótima localização, nosso B&B, Bianchi Mediterranei foi uma ótima pedida. Os donos marcaram conosco de estar lá por volta de 20h30, horário em que chegaríamos. Saímos da estação Napoli Centrale a pé, e rapidamente chegamos lá.

Uma graça, e pagamos 70 euros a noite. Muito limpo, e quarto aconchegante, veja mais aqui. Não é à toa que as notas são altas e as avaliações boas. A geladeira que ficava na área comum (cozinha) estava cheia de frutas e sucos à disposição. De manhã o café estava montado na "mini-copa", e apesar de termos ficado somente uma noite (uma parada antes de irmos a Positano), a impressão foi ótima.

B&B Bianchi mediterranei - entrada
                               

E, claro, 1 noite em Napoli requer uma legítima experiência Napolitana!

Fomos à Pizzaria Trianon, ótima dica para quem quer comer uma boa pizza (e barata) em Napoli!


Vinho "da casa" bom, a preço de banana, coisas que a Itália faz por nós...

Outra coisa divertida: todos eram servidos em taças de plástico (bem durinhas). 

Decór "de personalidade" rsrs



A FAMOSA!!! delícia mesmo!

Outro detalhe. Essa é a pizza individual. A fome não era tanta assim, então, pedimos só essa. Mas observamos que SOMENTE NÓS, pedimos uma pizza para dois! Lá é uma pizza por pessoa!
Acordamos e fizemos o checkout, já que de tarde pegaríamos o trem para Sorrento. Fomos até a Napoli Centrale e deixamos as malas no guarda-volumes (dentro da estação). Baratinho e uma mão na roda!

Fomos passear, pois nossa saída seria no fim da tarde.

Nosso dia em Napoli, em algumas imagens:



Paradinha para almoço delícia no Attori e Spetattori, muito bom!







Castel Nuovo, bem no centro da Cidade

Praça do Plebiscito - dentro a Basílica San Franceso di Paola, muito bonita!

Castel dell'Ovo

vista de cima do Castel dell'Ovo

Essa última imagem representa bem o "caos encantador" de Napoli.
Ah, e o barulho das buzinas!

 Napoli, gostei de conhecê-la!

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Nossas escolhas em Cinque Terre, faça as suas!

Existe o velho dilema de o quanto devemos planejar antes da viagem, e o quanto é legal "deixar rolar".

Antes eu era totalmente avessa a viagens totalmente programadas (todos os mínimos detalhes), como por exemplo viagens em grupo, excursões. Hoje penso que há modos de viajar que se adequam a cada tipo de perfil, e em alguns casos, é sim, super interessante viajar com alguém coordenando tudo por você.

Eu, que curto fazer isso (faço para mim e para quem me pede), tenho um trabalhão pesquisando coisas antes de embarcar...

Essa viagem que fizemos agora para a Itália (comecei a falar aqui e aqui) me exigiu bastante planejamento, já que optamos por fazer tudo de trem. Então tive que casar horários, pesquisar localização das estações, ver bilhetes.

Mas existem coisas que acontecem no meio de viagem, ou mudanças de planos, que tornam tudo mais divertido, não é mesmo?

Comecei falando isso, porque, ao pesquisar sobre Cinque Terre, os passeios, etc, você fica meio perdido com tanta informação. São cinco cidades, várias trilhas, quais escolher, o que fazer, como se locomover entre as cidades?

O interessante é que, ao chegar lá, você percebe que a coisa é tão voltada ao turismo, que fica muito fácil e auto-explicativo fazer as escolhas em Cinque Terre. Primeiro porque é tudo sinalizado, fácil, disponível. Segundo porque você observa o fluxo e ele mesmo te guia.

Então, pesquise sim, sobre as trilhas e cidades antes de ir. Mas deixe um pouco para resolver lá. Pois nenhum planejamento vai ser assim tãaao perfeitinho. Se você gostar mais de uma cidade, fica lá mais tempo, se não gostar de andar de barco, vai só de trem. e por aí vai...

É fácil locomover-se em Cinque Terre, mas lembre de uma coisa: se você for na alta temporada (JUN-JUL-AGO) prepare-se para ver filas para o trem, para os ferrys, etc. Fique calmo, peça um Limoncino Spritz e relaxe! ;)

 NOSSA ESCOLHA DE ROTEIRO EM CINQUE TERRE (BASE EM MONTEROSSO)






TRILHA - De manhã, fizemos a trilha Monterosso al Mare - Vernazza: cerca de 10km, fizemos a trilha da encosta (porque há outras que vão por dentro, passando por igrejinhas). A vista é LINDA, mas saiba que são MUITOS DEGRAUS de subida (caso faça o percurso Vernazza-Monterosso, será descida). E levamos cerca de 2h30. Precisamos comprar o CINQUE TERRE CARD, que é vendido dentro das trilhas (há uma casinha), e custou 16 euros por pessoa, incluindo as entradas nos parques (trilhas), além de trem e ônibus internos (que para ser sincera nem vi) naquele dia.

A trilha tem sempre gente indo e voltando, e tem um tiozinho vendendo suco de limão no meio. As vistas são inesquecíveis. Acesse o site oficial do Parque nacional de Cinque terre, que tem as informações detalhadas de cada trilha, níveis de dificuldade, tempo necessário, etc. Inclusive, seja por questões climáticas ou manutneções, alguns trechos podem estar fechados. Confira antes. Veja:

http://www.parconazionale5terre.it/
Neste site estão todas as opções de deslocamento entre as Terre, e todas as trilhas disponíveis. São inúmeras, veja lá!


Lindo demais - trecho Monterosso - Vernazza (pela encosta)


A chegada é emocionante...

Preços bons em Vernazza



Vernazza - praia
 TREM - Fizemos o trecho Vernazza-Riomaggiore (veja mapa) de trem. Saiba que as 5 cidades são ligadas por trem, e os percursos duram de 5 a 10 minutos. A linha completa é Levanto-La Spezia, por isso muita gente monta base nessas duas cidades, em vez das Terre, que são mais caras (e certamente mais charmosas). Se comprar o bilhete avulto, custa cerca de 4 euros cada, mas se tiver comprado o CINQUE TERRE CARD, estão inclusas as viagem de trem naquele dia.


Riomaggiore, os famosos cones de frutos do mar... quem resiste?
 FERRY - Para retornar a Monterosso (de Riomaggiore, a Terre mais ao Sul), escolhemos fazer de ferry, daí passamos em Manarola e Corniglia, que são menores (e também belas) neste retorno. O Ferry custa 12 euros por pessoa, e pára em cada uma das 5 cidades. Essa opção é legal porque ver as cidade do mar é bem interessante, aquela famosa vista das casinhas cravadas nas pedras. Muito lindo.

Enfim, faça seu mix de opções de deslocamento, como gostar mais! E o melhor, nem precisa decidir tudinho antes. Caminhe, se animar faça outra trilha. Se cansar, vá de trem. Se não quiser mais trem, vá de Ferry. E tire um tempinho para curtir melhor as cidadezinhas que mais gostou. A nossa, foi Monterosso...tiramos um dia só para passear lá, sem pressa.
De ferry, Manarola

Corniglia


Se jogue em Cinque Terre, e faça do SEU JEITO.