segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Viajando e aprendendo!


É engraçado lembrar das besteiras que já fizemos em viagens, seja por ignorância, inexperiência, engano ou teimosia mesmo, rs.

Algumas coisas que aprendi (e continuo aprendendo) e que vão nos auxiliar nas futuras trips:

MALA

Até agora não consegui acertar 100% neste quesito. Numa viagem que fizemos, de um mês pela Europa, resolvemos levar 01 mala grande, para o casal, e uma mochila. A idéia era diminuir o número de volumes, já que rodaríamos muito. ERRO. Acabamos comprando uma bolsa menor, que ababou sendo a salvação. Principalmente quando fomos embarcar de Atenas para Santorini, último destino da viagem, e deixamos a MALA SEM NOÇÃO no Guarda-Volumes no aeroporto (post explicativo aqui)

Na última viagem, para os Estados Unidos, a intenção foi levar pouca coisa, em 02 malas quase vazias, com uma outra bolsona dentro de uma delas. Até aí tudo bem, até que daí veio o ERRO: EU (admito) inventei de enfiar uma outra mala menor (do tipo durinha, com rodinhas), dentro da malona naquele estilo Muambeira. Aí que, arrumando as malas para a volta, a mala pequena, que foi dentro, NÃO AJUDOU EM NADA, e teve que voltar dentro de novo!!! O que pesou a mala grande! Tsc, tsc, tsc.....francamente.

Promessa de viagem 2013, nº 1: Levar sempre pouca coisa, independente do clima. E nada de 4 sapatos! Um tênis, uma sapatinha e uma Havaianas resolvem tudo, sempre!

GRANA

Outro tópico que ainda não me defini. O Ricardo faz uma ótima análise aqui. Já tentei várias combinações, e costumo levar mesmo é o VTM, um pouco de grana (que nunca dá) e o resto no Cartão de Crédito.

Promessa de Viagem 2013, nº 2: Vou tentar calcular melhor a grana (VTM e Cash) para usar menos o Cartão!!! IOF comendo solto!!

PLANEJAMENTOS

Isso rende histórias engraçadas. Em Nova York, inventamos de economizar nos tickets comprando antecipadamente o NY City Pass, que promete até 46% de economia nas entradas. ERRO 1: Você peeeensa que vai dar conta de ir a tudo isso...mas Nova York vai te trazendo tanta opção, tanto imprevisto, que realmente não é negócio se planejar tanto. ERRO 2: O site te induz a crer em toda a economia que você faz, mas na verdade alguns lugares cobram tickets em forma de doação, ou seja, é opção sua pagar ou não...Qué,que,quennnnn. Enfim, pagamos U$89 e não usamos tudo, rs.

Promessa de Viagem 2013, nº 3: Nada de Passes! A não ser que você vá a TUDO QUE ESTIVER INCLUÍDO!

FOI BOM PLANEJAR:

- Comprar o ingresso da Bradway antes foi bom, simplesmente porque você pode não achar ingresso, ou ter que ficar num lugar muito ruim. Há promoções lá de última hora, mas não quisemos ficar indo atrás disso. Site www.ticketmaster.com.
- Comprar o ingresso da Torre Eiffel antes também é negócio, já que as filas são sempre grandes, e você não as pega, caso tenha comprado pela internet, em www.toureiffel.fr

Mas acho que todas as mancadinhas (e mancadonas) são interessantes, para te "batizar" nas viagens. Conheço muita gente que têm medo de viajar por conta própria por receio de errar. Faz isso não!!

Mas vai por mim, quanto mais doer no bolso, mais rápido você fica esperto! kkkkk

Enfim...VIAJANDO E APRENDENDO!!!

4 comentários:

Milena F. disse...

Acho a mala o mais difícil! As vezes passo frio ou passo calor, as vezes me dá na telha e não me importo de passar 3 dias com a mesma roupa (de cima, que fique bem claro!) pq preferi o visual... Mas cada vez vou viajando mais leve!
Tb não gosto de passes, acho caro e vira uma maratona, mesmo que a gente faça tudo, nem aproveita. Comprei em Veneza pois era barato e podia ser utilizado em 6 meses (não voltei lá, mas em 5 dias visitei quase tudo) e em Amsterdam, pois os museus de láséao muito caros e o passe compensou. Mas em Paris para mim não vale a pena, nem aconselho, a não ser para quem tem a intenção de visitar 3ou 4 museus por dia, o que para mim é impossível!!!

Mulher de Fases disse...

Mala é sempre complicado pra mim, pq eu quero levar o mundo dentro delas. O meu marido sempre reclama dizendo que eu nunca daria certo como companheira de mochilão, que para viajar o mundo em 80 dias comigo eu tinha que pagar alguém para carregar todas as minhas moambas que não iriam caber num back pack! Ele tá certo.
O dinheiro a gente sempre decide dependendo de onde vamos. Cada país a gente decide em média quanto quer gastar (claro que sempre gastamos um pouco mais), mas no controlamos melhor quando decidimos juntos quanto gostaríamos de gastar e assim levamos parte em cash, para não usar o cartoa o tempo inteiro.

Beijos e Boa sorte na próxima viagem.

Anônimo disse...

Ainda bem que achei o Salada Grega ... adora ler seu outro blog Bom Sendo Em Forma de Gente e você excluiu!
Agora vou me deliciar por aqui mesmo!

Abraços.

Elisangela

Raquel M.B.G. disse...

Ai Elisangela, prometo que continuarei "viajando na mariola" por aqui! rsrsrs Apareça, bjs